domingo, 30 de abril de 2017

Dia do Jazz

 É um dia festivo para muita gente. Ainda há pouco tempo saiu um filme, o "La La Land" que deu brio a este género musical. Que frase dedicas ao dia do Jazz? Deixo aqui a minha:

  Aqui jaz,
  A vontade de ter paz.
  A alegria que a todo faz,
  Eu quero Jazz!

sábado, 29 de abril de 2017

Fim de semana de leitura

  Fim de semana prolongado... Que livro(s) tens em mente? Poesia? Só pode ser romance? Talvez um policial... Eu tenho uma entrevista marcada com uma distopia e uma poesia! 😍 E tu?

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Com o tempo que gastamos com o telemóvel, poderíamos ler mais de 200 livros por ano!

  Não é segredo para ninguém que ler um livro nos faz crescer de diversas formas, seja ela um Romance, Biografia, Policial, etc.

  Também não é coincidência de que as pessoas de maior sucesso sejam ou outrora tenham sido leitoras vorazes.



  Pelos cálculos dos críticos mundiais, ler mais de 200 livros por ano seria canja, se não houvesse redes sociais. 
  Cada pessoa lê, em média, 300 palavras por minuto e um livro normal tem em volta de 30-50 mil palavras. Feitas as contas, precisamos de 400 horas, mais coisa menos coisa, para ler 200 livros num ano. 









É muito? Talvez seja pouco, já que os cidadãos europeus gastam uma média de 1600 horas a ver televisão e mais de 650 nas redes sociais... Enfim, se fossem gastas lendo, viajaríamos por mais de 1000 livros ao ano.


  Não percas a publicação que estou a preparar, onde ficarás a saber os conselhos para evitares as horas sentadas no sofá a olhar para o televisor manipulador, acerca do que podes fazer para CORTAR com as horas gastas a fazer "pouco mais do que nada".

quinta-feira, 27 de abril de 2017

VAIANA - A Opinião do Sucesso da Disney

Título: Vaiana
Realizador: Ron Clements, John Musker, Don Hall, Chris Williams
Sinopse: Ver aqui
Lançamento: 24 de novembro de 2016
Trailer: aqui

  Já andava para ver "Vaiana" há algum tempo. Hoje, posso dizer que se enquadra na qualidade da Dinsey, com uma animação bonita, cuidada e um "Herói" e "Princesa" especiais.

"Há dois milénios, numa pequena ilha da Polinésia, vivia Vaiana Waialik, a única filha de um chefe de uma longa linhagem de navegadores. De espírito aventureiro e apaixonado, o maior desejo dela era explorar o mundo e navegar pelo oceano.Quando, subitamente, a ilha foi ameaçada por uma escuridão inexplicável, ela percebeu que tinha chegado o momento de transpor os limites do recife, salvar a sua aldeia e procurar respostas para as perguntas que sempre a atormentaram."


  Ao contrário de todos os outros filmes da Disney acerca de Princesas e derivados, "Vaiana" não acaba com o típico "E Viveram os Dois Juntos Felizes para Sempre...". O Herói que, ao mesmo tempo também foi o vilão, é um Semi-Deus com um passado bem concebido e cativante, para não falar nas suas tatuagens peculiares e... Claro, o galo de estimação da Vaiana! Este pequeno pássaro tão pouco inteligência tinha que nem para guisado servia...

  O nome original da Vaiana é Moana. Em Portugal, a Disney decidiu alterar o nome do filme intitulado 'Moana', nos EUA, para 'Vaiana' apenas para que este tenha um título único e se diferencie de outros serviços de entretenimento", segundo a Disney Portugal. Várias fontes Europeias (onde o nome também foi alterado), associam esta mudança a uma forma de evitar a ligação do nome a Moana Pozzi, uma famosa atriz pornográfica no final dos anos 1980 e início dos 1990, que faleceu aos 33 anos.

Imagem relacionada

  Como todos os filmes da Disney, carrega uma moral e um enredo bonito. Não é o maior sucesso da Disney, mas satisfaz uma tarde de domingo com a família pelo clima agradável e comédia a que somos sujeitos.

quinta-feira, 20 de abril de 2017

A CABANA - A Opinião do Filme

Título: A Cabana
Realizador: Stuart Hazeldine
Sinopse: Ver aqui
Lançamento: 21 de abril de 2017 - Estreia HOJE!
Trailer: aqui

  "A Cabana" não é um enredo aleatório. Começou como qualquer outro livro, uma pequena história em papel, com um orçamento inicial de 300 euros. Agora, com os seus mais de 20 milhões de exemplares vendidos, é uma obra de renome mundial pelas filosofias e lições de vida que transparece.
  Depois de ver este filme, estou confiante que lerei o livro. É um filme bonito, emotivo e calmo (mas não do tipo que dá sono!). Todas as personagens são seguras e compactas. Consegui simpatizar com a maioria!


  Explora Deus e as suas razões, o que não impede alguém com outra religião e opiniões de assisti-lo com prazer. Também reforça a ideia de que temos de nos superar e continuar SEMPRE em frente, independentemente das adversidades que tenhamos que enfrentar no caminho.

"Os verdadeiros monstros não são os que realizam as piores maldades, mas os que ensinam a fazê-las".

  Os cenários são bonitos e tanto o Sam Worthington, o ator principal, como a Octavia Spencer, uma das atrizes por quem tenho mais estima na atual indústria cinematográfica, e o resto do elenco estão de parabéns.

  No início, porém, podem sentir-se perdidos, se não tiveram uma noção do que estão a assistir. Esta é a única parte do filme que poderia estar mais bem concebida.








  Por outras palavras, é, sem sombra de dúvida, a estreia da semana, com um enredo surpreendentemente intrigante, que já criou inúmeros debates pelo globo. É um filme que fará as almas mais suscetíveis verterem algumas lágrimas. "A Cabana" tem uma beleza incomum e desconcertante. Mais que vê-la, conseguimos senti-la!

sábado, 15 de abril de 2017

A CABANA - Sucesso Mundial


Um homem vive atormentado após perder a sua filha mais nova, cujo corpo nunca foi encontrado, mas sinais de que ela teria sido violentada e assassinada são encontrados em uma cabana nas montanhas. Anos depois da tragédia, ele recebe uma mensagem misteriosa, supostamente de Deus, para retornar a este local, onde deve obter as suas respostas e receber uma lição de vida.

  A cabana é um dos últimos sucessos mundiais no mercado livreiro. Vendeu mais de 20 milhões de exemplares. É um livro que aborda a religião, o amor, o ódio, o sofrimento e o perdão.



  Como tantos outros livros de mérito, antes de ser publicado, este livro foi enviado a 26 editoras, entidades as quais rejeitaram este sucesso eminente e iminente... o que levou o escritor a abrir a sua própria editora para publicar o seu título, com um orçamento inicial de 300 euros.
  A partir daqui, já sabem o que aconteceu. Eu tenciono ler o livro este ano e, como não podia deixar de ser, vou ver o filme! E vocês? 




Assiste já ao Trailer:
video

quinta-feira, 13 de abril de 2017

VIDA INTELIGENTE - A Opinião do Filme

Título: Vida Inteligente
Realizador: Daniel Espinosa
Sinopse: Ver aqui
Lançamento: 23 de março de 2017
Trailer: aqui

  É um dos poucos filmes com que me surpreendi com o conteúdo. Vida Inteligente parece um filme comum de ficção científica, mas, mais do que isso, é um thriller de terror com partes chocantes e dolorosas. Identificamo-nos com algumas personagens, o enredo é quase todo imprevisível (já explicarei o "quase") e os cenários estão bem feitos.


  Não chego a um consenso se enquadro o filme na secção dos típicos filmes de ficção científica ou se o nomeio um cenário de terror e horror, mas tenho a CERTEZA que o trailer, a sinopse e tudo o que os cinemas divulgam deste filme é uma forma muito diluída do que se vai assistir.

  Tudo começa com 6 tripulantes de uma estação espacial responsável por investigar a existência de vida em Marte. Não é segredo algum que algo corre mal com uma das amostras. Sabe-se isso desde o início. O que é totalmente surpresa é a maneira como corre mal. Infelizmente, a parte final volta a perder o suspense, não deixando, no entanto, de nos deixar sem respirar ao... BUM!


   O início é aborrecido para quem o vir cansado, provavelmente a razão que levou o realizador a  optar por começar logo a revelar as amostras e de como o que nos torna humanos nos faz fracos.

 A esperança é um risco, o instinto de sobrevivência é automático, não pensa e não sente.

  Em menos palavras, Vida Inteligente é um filme carregado de horror, razão a qual não o aconselho a crianças e espectadores sensíveis. Um termo de comparação pode ser a Saga dos ALIEN. Quem conseguir assisti-los não deve ter problemas a ver este filme. Os gráficos estão bem desenhados e a melhor altura para o ver é, sem dúvida, à noite. Podem ver o trailer, que pouco nos revela da demanda a que vamos assistir.

sábado, 8 de abril de 2017

sexta-feira, 7 de abril de 2017

quinta-feira, 6 de abril de 2017

HUNGER GAMES - Livro Vs Filme

  Hunger Games, com os seus 3 livros e 4 filmes, é um dos títulos de momento.


Num futuro distante, a América do Norte entrou numa grande guerra, que terminou com um país quase no colapso e devastado. Para evitar o caos, o território foi divido em 14 partes.
  A Primeira, cheia de luxos, recheada de adornos e preenchida de vícios, foi chamada Capitólio.

  As outras treze partes, os distritos, viviam uma realidade TOTALMENTE diferente... Viviam com fome, doenças, e injustiça extremas e trabalhavam exaustivamente para sustentar a economia do Capitólio.

  Todos os anos, para amedrontar todas as almas iradas, são organizados "Os Jogos da Fome", onde duas crianças de cada distrito, uma menina e um rapaz, são sorteados para combater. No início são 24 concorrentes, no final só um vencedor. Vinte e três óbitos. Começam como crianças, acabam como memórias. Este é o legado da Guerra. É assim que o sistema perdura e sustém a paz sufocante que, como qualquer animal a ser esganado, tem um limite de tempo para o qual aguenta sem respirar. 


  Quem já viu os filmes sabe que têm qualidade e uma grande mensagem: "Tu podes fazer mover uma montanha". Foi isso que a nossa Katniss, a personagem principal, fez. A tecnologia futurista e a diferença entre as classes sociais estão bem evidentes, tal como o poder opressor e a sede de mudança dum povo com cada vez menos esperança. No geral, os filmes seguem todos os momentos decisivos que há nos livros.

  Por outro lado, os livros tem muito mais material. No cinema, nós conseguimos agarrar-nos às personagens, mas os livros dão-nos a oportunidade de nos apaixonarmos pelo mau feitio da Katniss, pelas paixões letais de Peeta e até pelos defeitos arquitetónicos do Hamish (o tutor de Katniss).


  Em poucas palavras, Hunger Games é uma Saga que está muito bem representada no cinema, com atores empenhados e um guarda roupa e efeitos visuais notáveis. O livro, como costume, tem mais pormenores, mas nenhum decisivo que comprometa o filme e vice-versa. Este é um dos casos em que ambos os Vs são bons. 



quarta-feira, 5 de abril de 2017

terça-feira, 4 de abril de 2017

PLANETA DOS MACACOS: A GUERRA - Trailer

O filme “Planeta dos Macacos: A Guerra” está para breve! Por agora, podemos contentar-nos com esta amostra... O que acham desta Saga?

video

segunda-feira, 3 de abril de 2017

O MAR INFINITO - Opinião do livro

Título: O Mar Infinito (2º volume da trilogia 5ª Vaga)
Autor: Rick Yancey
Sinopse: Vê aqui
Lançamento: 2015
Editora: Editorial Presença
Tradutor: Miguel Romeira

  Quando me ofereceram este livro, eu já tinha visto o filme, A Quinta Onda, baseado no 1º volume. Arrisquei ler o segundo apenas com os conhecimentos que tinha do filme. Consegui entender tudo. É um livro com uma escrita pessoal, íntima e que nos prende, principalmente na segunda parte, com o mistério dos "Outros". O tradutor está de parabéns.

 Os "Outros" invadiram-nos e estão a vencer-nos. Podiam fazê-lo com uma pedra suficientemente grande que, ao entrar na atmosfera terrestre, nada poderíamos fazer para impedir o genocídio em massa, MAS não... A extinção veio por ondas:

  1. ª  Adeus tecnologia! Tem um carro, um computador topo de gama e, quem sabe, um telemóvel tão grosso como uma resma de papel? Desafio-o a conseguir usá-los.
  2. ª O Terramoto! Só nos primeiros minutos, a maioria das cidades costeiras desapareceram... Isso mesmo! Adeus, Portugal.
  3. ª A gripe mais perigosa do mundo. Milhares de milhões morreram nas semanas que se seguiram...
  4. ª Tomar Corpos Humanos. Adeus confiança... Adeus humanidade.
  5. ª Crianças soldados. Os mais novos são mais fáceis de enganar, de manipular. Adeus...adultos.
  6. ª Ainda por descobrir....

  O enredo é coeso e fluido, distribuído em breves capítulos, o que nos permite ler aqui e ali, sempre que temos uns minutinhos livres. Facilmente diria que foi um português que escreveu isto. Os tradutores profissionais são muitas vezes esquecidos e têm um papel fulcral na indústria livreira.



  É um livro que recomendo para jovens. Portanto, se estiver a decidir que presente oferecer aos afilhados, A Quinta Onda e o Mar Infinito são uma ótima escolha. Como Thriller não tem idades, mas o romance e a maioria das personagens existentes limitam o público alvo para os 10-25 anos.





Vou concluir este mês o terceiro e último volume. Sairá ainda esta semana a impressão que tenho dos primeiros capítulos!

domingo, 2 de abril de 2017

DOMINGO = Desafio da Semana



DESAFIO DA SEMANA - Qual é o número em que o carro está estacionado?
Dica: Tem a ver com a perspetiva.

Foto de Para Lá da Kapa.